Há uns dias, um post pipocou na nossa timeline e nos botou pra pensar.

Nossa página se chama BH is Voguing porque faz uma clara referência ao crescente movimento do Voguing/Vogue (nem a gente sabe mais) aqui na nossa cidade. É movimento porque não é algo estático, mas sim algo que está sendo construído diariamente. E queríamos testemunhar e documentar este processo.

Também é uma alusão e homenagem ao clássico Paris is Burning, um dos nossos favoritos, porta de entrada de muitos. E não fomos os únicos a ter esta ideia. Paris is Voguing, por exemplo, é o nome de um filme sobre a cena de Vogue francesa. [nota: Paris is Burning se passa em Nova York, mas tem este nome em referência ao Ícone Paris Dupree]

Por motivos de SEO joga no google, também fizemos uma opção editorial por favorecer a palavra Voguing nos nossos textos: diante do império da revista, é muito mais fácil encontrar material sobre o nosso Vogue no google, quando você busca pela palavra Voguing.

Ironicamente, este post embaralhou todas as nossas certezas, nos fez repensar um monte de ideias. O Ícone Pony Zion está no Brasil trocando conhecimento com os voguers daqui que conseguiram viajar para São Paulo. A vivência de três semanas culmina com uma masterclass e algumas batalhas, o Ataque!, evento organizado por Félix Pimenta. Para os que não puderam ir até São Paulo, traduzimos o texto de Pony Zion para podermos conversar sobre isso.

Ataque - Independência ou Lacre!

Você está Voguing ou você é Vogue?

“Para muitos, Voguing é a troca de movimentos, a passagem de um para o outro, de uma maneira extravagante. Embora essa possa ser a experiência de muitos, esse é um entendimento limitado e condicionado de performance. Não estou julgando, mas testemunhando e fazendo uma observação, do ponto de vista de um Ícone. Quando você é Vogue, você expressa quem é naquele exato momento. Alguém que não está identificando a si mesmo com a técnica, mas permitindo que a técnica seja parte da expressão do seu verdadeiro eu.

Eu estou apenas Voguing ou eu sou Vogue? Muitos conhecem a dança, mas não sabem nada sobre o dançarino… Você pode aprender a arte do Vogue e apenas construir algo a partir do que você já aprendeu (pode ter aprendido voguing por um amigo, online, em uma ball ou numa aula), ou então você pode ser o próprio Vogue e permitir que a criatividade se manifeste dentro de você.

Quando se vê Voguing, muitos de vocês estão pensando e executando o movimento que se mostra. Quando você é o Vogue, você é presença e consciência. Lembre-se: ninguém pode prever o que se fará se tiver presença. A qualquer momento da vida, a consciência substitui o pensamento. O pensamento só pode vir daquilo que você já pensou. A consciência é sempre no agora e no novo.

Quando você está Voguing, se acorrenta a elementos que foram ensinados quando você aprendeu a dança. Muita gente, quando está Voguing, tenta preencher e conectar um movimento ao outro com Vogue, para que sua dança se pareça com a de quem o ensinou.

Quando você é Vogue, mente, corpo e espírito se movem em uma harmonia. O foco não é usar um elemento, e sim ser um instrumento da arte…

Quando você está Voguing, o público vai ver um dançarino fazendo uma dança. Você pode ganhar, mas por alguma razão, ainda não vai se divertir com a sua performance.

Quando você é Vogue, o público não enxerga mais o dançarino, mas somente então pode viver a experiência da dança. Quando você é Vogue, você e a arte são um só e a sua história será a que o público verá. O dançarino desaparece na beleza da arte, e nada além do próprio Vogue será testemunhado.

Quando você está só Voguing, você se apresenta como se tivesse que algo a provar, com objetivo de ganhar ou de ser melhor que o outro.

Quando você é Vogue, você tem tudo a compartilhar e ninguém poderá se comparar a você. Não porque você é melhor, mas porque a sua história não pode estar errada. Ela é sua e você deve compartilhá-la toda vez.

Então, antes de sair da próxima vez, se pergunte. Eu estou só Voguing ou eu sou Vogue?

Relato de Ícone Pony Zion

Foto de destaque: Danila Bustamante

Comments

comments