Uma referência da cultura Vogue chegará ao Brasil em setembro para integrar as atividades da décima edição Bienal Sesc de Dança, em Campinas. Jose Gutierez, father da House of Xtravaganza, vai participar de bate-papo e ministrar workshop de Vogue nos dias 18 e 19 de setembro, em Campinas, interior de São Paulo.

Conhecidíssimo como a noite de Parish mundialmente por estrelar ao lado de Luis Xtravaganza o clipe de Vogue, da Madonna, Jose Gutierez foi um dos sete bailarinos integrantes da Blonde Ambition, a paradigmática terceira turnê da cantora. Considerada pela crítica uma das mais relevantes turnês da Madonna e, quiçá, da história, a Blonde Ambition também foi o cenário para o filme Na Cama com Madonna, que mostra os bastidores da turnê e o cotidiano de Madonna com seus dançarinos.

Jose e Luis Xtravaganza foram os bailarinos responsáveis por criar a icônica coreografia do clipe de Vogue. Dirigido por David Fincher, o vídeo é uma referência para 101 em cada 100 crianças LGBT com acesso à internet e/ou meninas fãs de Madonna. A coreografia foi indicada ao prêmio de melhor coreografia em vídeo do VMA da MTV de 1990.

A expressão strike a pose (literalmente ‘faça pose’), usada por Madonna no início da música, foi retirada (apropriada) do universo do Vogue. Os adeptos da dança e da cultura que surgiu inspirada pelas poses das modelos da famosa revista a acusaram de apropriação cultural, ao mesmo tempo que a canção Vogue catapultava a dança Vogue para o reconhecimento mundial. Strike a Pose é também nome de um documentário lançado em 2016. Dirigido por Ester Gould e Reijer Zwaan e disponível no Netflix, o filme reencontra os sete dançarinos da Blonde Ambition e acompanha como estão suas vidas 25 anos depois do fim da turnê.

Além de mundialmente conhecido por colaborar com Madonna, Jose Gutierez também é figura importante dentro da cena ballroom ou seja, do circuito de festas e bailes onde ocorrem as batalhas de Vogue, em Nova York. O voguer atua como Father da House of Xtravaganza, a primeira house latina a existir, fundada por Hector Xtravaganza (atual Grandfather). Destacada no filme o lado das houses of Labeija e Ninja, a House of Xtravaganza é responsável pelo arco dramático do aclamado e criticado documentário Paris is Burning, de Jennie Livingston. Lançado praticamente na mesma época que o clipe de Vogue, também é considerado um dos responsáveis por retirar a cultura Vogue do underground.

Também em cartaz no Netflix, o filme é a primeira referência para quem quer entender um pouco desse mundo. Nele, ficam evidentes questões de raça, gênero e de classe na comunidade LGBT de Nova York dos anos 1980. Em Paris is Burning podemos também entender o surgimento da dança Vogue como uma ferramenta de autoafirmação desses grupos, além de observar a contradição entre a consagração destas figuras no baile e a realidade de marginalização nas ruas.

No Brasil, Jose Xtravaganza participará de duas atividades. Dia 18 de setembro tem exibição de Paris is Burning e Strike a Pose, seguido de bate-papo com o dançarino. E, no dia seguinte, 19, Father Jose facilitará a oficina Crie sua própria pose. Vogue, bebê! As inscrições são limitadas às poucas vagas e custam 20 reais a inteira.

Seja bem-vindo, father Jose. Estamos te esperando!

Foto de destaque: Jose Xtravaganza com Madonna durante a Blonde Ambition tour

Comments

comments