A gente sempre recebe perguntas sobre aulas e workshops de Vogue no Brasil inteiro e, como a cena é feita de muita gente, é complicado falar em todo. A nossa ideia com este post é oferecer um banco de professores de Vogue no Brasil e na América do Sul, pra que fique mais fácil encontrar o professor ou a aula de mais perto de você. Não vamos informar horários de aulas fixas, porque isso sempre muda, ok?

Se você dá aulas de Vogue e ainda não está aqui na lista, é só preencher este formulário aí embaixo que vamos fazer contato com você.

ATENÇÃO: este post vai receber atualizações constantes, de acordo com os contatos dos professores e professoras. Abriu o post e ainda não tem aula na sua cidade? Volte depois! Talvez alguém por aí tenha mandado um contato pra nós.

Belo Horizonte (MG)

Raquel Parreira

Raquel começou na dança cedo, pelo ballet e jazz. Quando foi para as danças urbanas, teve contato com o Vogue e fundou o Trio Lipstick em 2011, e se especializou nas modalidades Vogue, waacking e stiletto. Ministra workshops tanto com o trio, quanto individualmente.

No Vogue, Raquel dá aula teórica, consegue montar uma aula geral ou só dedicada ao runway, old way, new way, vogue femme ou coreografia. Seu estilo de aula preferido é a geral. Tem disponibilidade para viajar.

Também pode ensinar: hip hop e jazz

Contato: Instagram e Facebook

Tetê Moreira

Tetê começou a estudar Vogue em 2009 com Raquel Parreira e Paula Zaidan e, em 2011, formaram o Trio Lipstick que se especializou na modalidade. Fez duas residências artísticas em Nova York para se aproximar da cultura ballroom e usa estes conhecimentos nas suas aulas. Atualmente passa uma temporada no nordeste dando aulas de Vogue por lá.

No Vogue, Tetê dá aula teórica, consegue montar uma aula geral, mas se identifica mais com o vogue femme soft and cunt e dramatics. Seus estilos de aula preferidos são a teórica e o vogue femme. Tem disponibilidade para viajar.

Também pode ensinar: waacking e stiletto

Contato: Facebook e Instagram

Chriss Portes

Chriss conheceu o Vogue em 2010, quando a pediram para criar alguns oitavos neste estilo. A partir de pesquisas no youtube, Chriss se apaixonou pela modalidade e, então, fez o primeiro workshop com Fran Manson. Desde então, Chriss segue as pesquisas e ministra aulas e workshops de Vogue.

No Vogue, Chriss dá aula geral. Seus estilos de aula preferidos são geral, runway e old way. Tem disponibilidade para viajar.

Também pode ensinar: ballet, jazz e waacking

Contato: Instagram e Facebook

Gabriel Nagao

Gabriel começou nas danças urbanas aos 10 anos e entrou em contato com o Vogue de forma profissional quando começou a trabalhar com drag queens. Desenvolveu a modalidade hip hop comercial, que traz elementos do Vogue, hip hop, waacking e dancehall.

No Vogue, Nagao pode montar aula teórica, geral, de coreografia ou dedicada ao runway, old way, new way e vogue femme. Seu estilo prefeiro é o old way. Tem disponibilidade para viajar.

Também pode ensinar: dancehall, hip hop e waacking

Contato: Instagram e Facebook

Rio de Janeiro (RJ)

Paula Zaidan

Em um intercâmbio à NY (2009), Paula Zaidan conheceu pela primeira vez o estilo nas aulas do Archie Burnett. Fez aulas com outros professores da cidade e frequentou a Vogue Knights no ano seguinte. Em 2011, começou a trabalhar a modalidade em BH e, em seguida, fundou o Trio Lipstick, que estuda e trabalha o Vogue em coreografias.

No Vogue, Paula dá aula teórica, consegue montar aula geral ou só dedicada ao runway, old way, new way, vogue femme (soft and cunt) ou coreografia. Seu estilo de aula preferido é runway. Tem disponibilidade para viajar.

Também pode ensinar: stiletto, chair sexy pole

Contato: Instagram

Victórya Devin

Victórya considera que já vivia o Vogue indiretamente pelas referências populares, também porque sempre participou de movimentos de diversidade de gênero na sua cidade, por ser lésbica e conviver com a repressão. O vogue a atravessou quando conheceu Diego Cazul e começou a estudar a história da ballroom.

No Vogue, Victórya pode dar aula teórica e dedicada aos estilos runway, old way, new way, vogue femme (soft and cunt) ou coreografia. Seus estilos preferidos são a aula teórica, vogue femme e hands performance. Tem disponibilidade para viajar.

Também pode ensinar: contemporâneo

Contato: Instagram e Facebook

Lucas Fonseca

Lucas se apaixonou perdidamente pelo Vogue quando o conheceu em 2014. Começou a estudar com Vitor Inácio e Marco Chao e, um tempo depois, fundaram a House of Kínisi para difundir um pouco da cena brasileira.

No Vogue, Lucas é capaz de dar aula teórica, geral ou focada nos estilos runway, old way, new way, vogue femme e coreografia. Seus estilos preferidos são o old way e o vogue femme dramatics. Tem disponibilidade para viajar.

Também pode ensinar: contemporâneo, hip hop e house

Contato: Instagram

Florianópolis (SC)

Ednei Brito

Ednei conheceu o Vogue pelo youtube, quando se apaixonou pela final do Streetstar de 2013. Autodidata, muito do que sabe aprendeu pelos vídeos e, depois, pelos workshops com professores do Brasil e de fora.

No Vogue, a aula é mais focada no vogue femme soft and cunt, além de montar sequências coreográficas. Mas Ednei também pode dar uma aula geral com os fundamentos de runwayold waynew way. Seu estilo do coração é o vogue femme. Tem disponibilidade para viajar.

Também pode ensinar: hip hop

Contato: Facebook e Instagram

Recife (PE)

Edson Vogue

Edson pesquisa o Vogue desde 2009 e tem uma abordagem que dá preferência para a investigação e o improviso. Pesquisa e combina elementos do frevo com o Vogue.

No Vogue, Edson dá aula teórica e consegue montar uma aula voltada para os estilos olw waynew wayvogue femme. Seus estilos preferidos são old wayvogue femme. Tem disponibilidade para viajar.

Também pode ensinar: frevo e stiletto com elementos do vogue femme

Contato: Facebook e Instagram

Belém (PA)

Rodrigo Pará

Rodrigo teve contato com o Vogue em 2014 pela internet e, desde então, começou a viajar para poder aprofundar os estudos. Pretende movimentar a cena de Belém e chamar a atenção da comunidade LGBT para a dança, por meio de treinos e estudos em grupo na cidade.

No Vogue, Rodrigo pode montar aulas gerais, de coreografia ou dedicadas ao old way, new way e vogue femme. Seu estilo preferido é o new way, e principalmente as movimentações de braços. Tem disponibilidade para viajar.

Contato: Instagram e Facebook

Buenos Aires, Argentina

Belu Gullon

Belu conheceu o Vogue por Archie Burnett em uma viagem a NY em 2011. Além de fazer suas aulas, Belu seguiu em busca de outros espaços e pessoas com quem pudesse continuar aprendendo.

No Vogue, Belu monta aula teórica ou dedicada aos estilos runway, old way e vogue femme. Esses também são seus estilos preferidos de aula. Tem disponibilidade para viajar.

Também pode ensinar: waacking

Contato: Facebook e Instagram

Joinner Hoyos

Joinner começou como bailarino de danças urbanas que transitava entre diferentes estilos, mas foi com o Vogue que encontrou e pode desenvolver sua identidade.

No Vogue, Jonner consegue montar aulas nos estilos runway, old way, new way e de coreografia. Tem disponibilidade para viajar.

Também pode ensinar: jazzfunkstreet jazz, femme style, waacking e lyrical

Contato: Facebook

Cordoba, Argentina

Flor Zupichiatti

Flor conheceu o Vogue em 2008 no Brasil com uma masterclass do Archie. Desde então, viaja uma vez por ano para NY para aperfeiçoar as técnicas, tanto de Vogue quanto de waacking.

No Vogue, Flor pode criar aulas de runway, old way, vogue femme ou de coreografia. Seus estilos favoritos são vogue femme e coreografia. Tem disponibilidade para viajar.

Também pode ensinar: waacking e jazzfunk

Contato: Facebook e Instagram

Comments

comments